Os neerlandeses do AZ Alkmaar, ‘carrascos’ do Sporting nas meias-finais, conquistaram no dia 24 de abril a nona edição da UEFA Youth League em futebol, ao golearem na final os croatas do Hajduk Split por 5-0, em Genebra, na Suíça.

Numa final entre duas equipas que nunca tinham chegado à ‘final four’, tal como os semi-finalistas derrotados (Sporting e AC Milan), o avançado Ernest Poku foi a grande figura, ao marcar dois golos e ganhar uma grande penalidade.

O ganês Jayden Addai marcou o primeiro, aos 45 minutos, de grande penalidade, a castigar uma falta totalmente desnecessária de Vuskovic sobre Poku, que, na segunda parte, ameaçou aos 58 minutos e faturou mesmo aos 70 e 76.

O ‘bis’ foi conseguido após assistência de Mexx Merdink, jogador que não alinhou face ao Sporting e hoje só entrou ao intervalo, ainda a tempo também de ‘bisar’, aos 79 e 87 minutos, para acabar a prova como melhor marcador, com nove tentos, a par do egípcio Bilal Mazhar, do Panathinaikos.

O AZ Alkmaar, que sucede ao Benfica no ‘ranking’ dos vencedores, é a primeira equipa dos Países Baixos a arrebatar a competição, depois de três vitórias espanholas, duas inglesas, duas portuguesas e uma austríaca.

Os neerlandeses tinham batido nas meias-finais o Sporting, por 4-3 no desempate por grandes penalidades, depois de um empate a dois tentos no final dos 90 minutos, numa competição que não contempla prolongamento.

Os ‘leões’ tentavam ser a terceira equipa portuguesa a vencer a prova, depois do FC Porto, campeão em 2018/19, e do Benfica, que, depois das finais perdidas em 2013/14, 2016/17 e 2019/20, ganhou a edição 2021/22, ao golear na final o Salzburgo por 6-0.

O Chelsea, campeão em 2014/15 e 2015/16, e o FC Barcelona, vencedor em 2013/14 e 2017/18, lideram o ranking da prova, ambos com dois troféus.

 

Foto: Pexels/ Pixabay

Please follow and like us:
error22
fb-share-icon52
Tweet 26
fb-share-icon20