Os jogadores e adeptos da União de Leiria festejaram hoje no relvado o regresso às provas profissionais, após vitória frente ao Sporting de Braga B, no Estádio Municipal de Leiria, 12 anos após o adeus à I Liga.

Aos 89 minutos, o golo de Leandro Antunes fez ‘explodir’ o estádio e todo o banco da União de Leiria, que rapidamente se levantou e correu para o relvado, enquanto o extremo leiriense, sem camisola, se dirigiu aos adeptos para festejar.

Assim que o apito final do árbitro se ouviu, a festa continuou. Toda a comitiva cantou, chorou e gritou de alegria.

A festa já estava preparada de antemão e as camisolas, guardadas com as palavras “Estamos na II Liga”, foram vestidas.

No centro do relvado, foi montado um palco, onde pouco depois os jogadores regressaram para serem aplaudidos e festejaram com os adeptos, que entretanto tinham entrado no relvado.

Música, fogo de artifício, abraços, fotografias e vídeos para a posteridade não faltaram, com a família de alguns jogadores a juntarem-se aos festejos.

O homem que marcou o golo que colocou a União de Leiria na II Liga não cabia em si de contente.

“Não há palavras. Gostava de poder descrever o que sinto. Sonhei com este momento muitas vezes ao longo da minha vida, porque já joguei na União de Leiria há 10 anos. É o clube do coração. Sinto-me em casa e acho que a cidade e os adeptos mereciam isto. Nós merecíamos isto. A direção, a estrutura, toda a gente merecia isto e o Leiria merece”, afirmou Leandro à agência Lusa, no meio da festa.

Minutos antes de conseguir marcar o golo, Leandro atirou às às malhas laterais, depois de um ligeiro desvio num adversário. O jogador garante que, naquele momento, só pensou: “Vou ter outra oportunidade e vou marcar”.

“No meu passado, sempre tive falhas e o facto de me martirizar nessas falhas fazia com que eu nunca mais conseguisse voltar ao que era. Hoje, nem fiquei a pensar muito nisso. E talvez esteja aí o segredo”, acrescentou.

Entre pedidos para tirar fotografias e muitos cumprimentos, Leandro confidenciou ainda à Lusa que hoje não irá dormir, porque a festa será longa.

Mas, já pensa em vencer o Felgueiras e em conquistar o título de campeão da Liga 3, que terá de discutir com o vencedor da outra série.

“Queremos muito conquistar esse título. Quem está no Leiria é conquistar o máximo de vitórias e de títulos possíveis. É bom juntar esse título à subida”, rematou.

Jair da Silva é o melhor marcador da série 1, com três golos, tendo subido de rendimento na fase final da Liga 3. “Esta subida é muito importante para mim e para os adeptos. Já há muito tempo que brigávamos por isto, por isso merecemos”, afirmou à Lusa.

“Estou muito feliz. Era o que eu queria. A minha família sempre me apoiou. Agora o mais importante é conquistar o título”, acrescentou.

 

Lusa

Foto: Liga Portugal

Please follow and like us:
error22
fb-share-icon52
Tweet 26
fb-share-icon20